14 de novembro de 2013



Alguns meses antes da E3 2013, a Nintendo confirmou que mostraria, no evento, o aguardado Mario 3D do Wii U em uma versão jogável. Chegando à feira, o que vimos do sucessor da série Super Mario Galaxy (Wii) mais se aproximava do popular Super Mario 3D Land (3DS). Super Mario 3D World apresentou uma aventura em três dimensões de Mario, Peach, Luigi e Toad, com foco no multiplayer, características únicas de cada herói, novos Power-ups, belíssimos visuais em alta definição e a promessa de ser o system seller do Wii U. Será que Mario e sua turma conseguirão realizar essa árdua tarefa mesmo sem ser o especulado Galaxy 3?

Dessa vez, a donzela em perigo será a Princesa Sprixie. Aproveitando seus dias de liberdade, Peach se juntará a Mario, Luigi e Toad para livrar o Reino Sprixie da tirania de Bowser. Para isso, terão de passar por diversos mundos recheados de fases. E podemos ver tanto temáticas tradicionais quanto ambientações totalmente novas.



O mapa que organiza todas essas fases segue o modelo de Super Mario World (SNES). Mas, justamente por ser um Mario tridimensional, não é necessário seguir o mapa em linhas retas você pode movimentar-se livremente pelos caminhos. Ainda assim, essa organização dos estágios do jogo mostra a proposta mais “pegue e jogue” de 3D World. Não temos hub worlds imensos para explorar ou objetivos que envolvam explorações e diálogos com personagens.

Seguindo justamente o estilo de 3D Land, o Mario 3D para Wii U demonstra estar mais próximo de um jogo para reunir a galera e jogar juntos descompromissadamente. Ainda assim,  a Nintendo prometeu uma experiência singleplayer sólida, mas não espere por uma jornada pessoal épica como em Super Mario 64 (N64), Sunshine (GC) e Galaxy.



A Nintendo ainda implementou mecânicas de jogo interessantíssimas, como uma corrida em que todos os personagens controlam o mesmo veículo ao mesmo tempo, bolas de futebol e beisebol para serem lançadas nos inimigos, painéis no chão que aumentam a velocidade do personagem, trenós em forma de sapato, vasos de Piranha Plant que podem ser carregados para engolir inimigos, máscaras de Goomba para se disfarçar e diversas outras esquisitices pra lá de divertidas. A cereja do bolo é, claro, a variedade de Power-ups. Desde as tradicionais Fire Flower e Tanooki Suit até a novíssima Cat Suit, as variações na forma de controlar Mario e sua turma prometem casar bem com os desafios enfrentados em cada curiosa fase. Dessa vez, dá até para criar clones com a Double-Cherries e ficar gigantesco com o Mega Mushroom. A diversão começa no dia vinte e dois de Novembro. Prepare-se!

Fonte: Nintendo Blast

Nenhum comentário:

Postar um comentário